Aldri Anunciação participa de evento que debate documentário de Luiz Antônio Pilar em Salvador

O ator e dramaturgo baiano Aldri Anunciação, autor da premiada peça Namíbia, Não! e vencedor em Primeiro Lugar do Prêmio Jabuti de Literatura – Ficção para Jovens tornando-se o primeiro Negro a receber tal honraria com obra de ficção, estará neste dia 29 de setembro, a partir das 18h30 min participando do evento Cine-Teatro na Escola. O evento é uma promoção da Escola de Teatro da UFBA e acontece toda segunda-feira no Teatro Martim Gonçalves. Coordenado pela Profa. Dra. Célida Salume de Mendonça e pela Profa. Msa. Lilih Curi, o projeto de extensão exibe semanalmente filmes estabelecendo relações entre teatro e cinema.
Tem lugar na programação desta segunda-feira, o excelente documentário de Luiz Antônio Pilar “Em Quadro: A História de Quatro Negros nas Telas”.
Participam do debate com Aldri Anunciação a diretora teatral Fernanda Julia e a Profa. Dra. Evani Tavares.
O atividade tem entrada gratuita.

Serviço:

Onde: Teatro Martim Gonçalves – Escola de Teatro da UFBA – Canela – Salvador/BA
Quando: 29 de setembro, 18h30
Quanto: grátis

Aldri Anunciação ministra oficina de dramaturgia em Vitória – ES

Foto: Ricardo Simões

Aldri Anunciação (Namíbia, Não! e Prêmio Jabuti de Literatura) estará em Vitória, Espirito Santo de 04 a 06/08 em uma ação do Ciclo de Dramaturgos do Festival do Teatro Brasileiro.
No primeiro dia falará sobre suas peças, histórico, processo de criação e haverá também a leitura de trechos de seus espetáculos. Nos dias subsequentes irá propor exercícios para que os participantes desenvolvam seus próprios textos.

Informações no site:

http://festivaldoteatrobrasileiro.com.br/ciclo-de-dramaturgos-es/

NAMÍBIA, NÃO! INSPIRA SELEÇÃO DE JOVENS ESCRITORES DE TEATRO PELO PAÍS



Inspirados no sucesso do livro “Namíbia,não!”, que ganhou o Prêmio Jabuti de Literatura em 2013, categoria Juvenil, a turma da Editora da Ufba (Edufba) resolveu selecionar jovens escritores de teatro pelo país.
A Coleção Dramaturgia contemplará textos dramatúrgicos de autores brasileiros contemporâneos, inéditos ou já veiculados em realizações cênicas e audiovisuais.
Confiram as regras para participar da seleção no link a seguir:http://www.edufba.ufba.br/2014/04/edufba-abre-inscricoes-para-o-edital-colecao-dramaturgia/

Trilogia do Confinamento

Foi a revelação-surpresa que fez Aldri Anunciação, autor da peça, para o público durante bate-papo que antecedeu o lançamento do livro Namíbia,Não!, dia 29 de março, na Sala do Coro do TCA, em Salvador. 


Durante a conversa, Aldri, que assina pela primeira vez o texto de um espetáculo, explicou como resolveu encarar este desafio. “As ideias são como pessoas, elas batem à sua porta. Quando essa chegou, pensei que tinha batido na porta errada, mas achei a ideia simpática, procurei autores e apresentei a proposta. Muitos achavam interessante, mas perigosa, pelo fato de misturar comédia com racismo. Alguns autores saiam pela tangente, até que eu me dei conta de que estava procurando um autor especifico, que era eu mesmo”, revelou.

Aldri Anunciação e o março de Namíbia,Não!

“Muito feliz com a agenda do nosso espetáculo este mês. Coisas muito bacanas e que têm tudo a ver com o objetivo do projeto Namíbia, Não!. Para começo, a apresentação a preço popular no projeto “Domingo no TCA”, no dia 4 de março, foi maravilhosa! É sempre uma honra pisar no palco de um teatro de excelência, principalmente considerando o valor simbólico do ingresso. Ter visto que 2 sessões seguidas do espetáculo tiverem lotação esgotada, saber que ainda tinha gente pedindo uma terceira sessão, comprova que  baixo valor de ingressos e qualidade de peças teatrais não precisam estar dissociados.

Muitas vezes a simplicidade de uma encenação proporciona um encontro muito significativo entre atores e público. O caráter educativo e de formação de plateia faz do projeto “Domingo no TCA” um verdadeiro sucesso!

Dia 29 de março, às 19h, participarei de um outro projeto do mesmo teatro, o Conversas Plugadas, na Sala do Coro. Falarei sobre como foi construir o texto de Namíbia,Não!, o que me inspirou, quais elementos usei, como é vê-lo ganhar vida no palco, permitir que o diretor interfira na dramaturgia em busca da  dinâmica de cena, e perceber o sucesso registrado por todos os lugares onde se apresenta.

Logo após o bate-papo, faremos juntos o lançamento do livro Namíbia,Não!, no foyer da Sala do Coro. É isso: vem aí um novo livro, com o texto revisado da peça, encardernado numa edição de luxo (capa dura, miolo colorido, em papel starmax), com várias fotos das diversas sessões especiais que a peça fez pelo país. Vejo tudo isso como uma atividade educativa, que pretende incentivar a leitura e estender a ação do teatro, para além dos palcos. A edição da obra Namíbia, Não! me deixa feliz por estimular mais uma vez o interesse pelo teatro através de um outro caminho, que é a leitura.

Além de pensar o  teatro como uma arte para ser vista – e  mesmo convivida, na medida em que a plateia participa do espetáculo, conforme a tensão criada entre a cena e o público – acredito também que é  uma arte para ser lida. A leitura solitária de um texto de teatro pode proporcionar um entendimento singular; o leitor tem a oportunidade de alongar ou encurtar pausas, colorir as partes dramáticas ou mesmo criar hiatos na ação do texto, tornando-se um “diretor” daquela obra escrita.


Por hoje, é o que tenho a compartilhar com vocês. Espero que todos os que leem este blog estejam presentes no lançamento do livro Namíbia,Não! e ao bate-papo do Conversas Plugadas, ambos no dia 29 de março de 2012, a partir das 19h. Agradeço ao público que prestigiou o espetáculo dentro do Projeto Domingo no TCA e espero revê-los em breve. Abraços,
Aldri Anunciação”

Namíbia,Não! no “Domingo no TCA”

Ótima oportunidade para Salvador matar a saudade e rever Namíbia,Não!. Dia 4 de março, o espetáculo que foi sucesso de público e recebeu inúmeros elogios da crítica teatral nacional, se apresentará na sala principal do Teatro Castro Alves, às 11h, com ingressos custando apenas R$1.


Em 2011, Namíbia,Não! foi a peça de teatro mais vista na Bahia. Além disso, fez 3 incursões ao Rio de Janeiro. A última, uma pequena temporada no Oi Futuro Ipanema, em novembro, lotou todas as sessões. 

O TCA nos informa que a procura pelos ingressos já começou. Mas a venda acontece só no dia do evento, a partir das 9h, na bilheteria do próprio teatro, com acesso imediato à plateia. Chegue cedo e garanta logo o seu.

66% de desconto pro 1º fim de semana no Teatro Módulo

Nossa despedia de Salvador está em ritmo intenso.
Queremos que as pessoas que ainda não assistiram Namíbia, Não!, nas 4 temporadas que realizamos na cidade, possam conferir os últimos dias antes de partirmos rumo ao Rio de Janeiro.

Namíbia, Não! trata muito mais das relações humanas do que das questões raciais. Agraciado com 2 prêmios, o Myriam Muniz de Teatro (Funarte) e o Prêmio Fapex 2010, o texto usa de fina ironia para questionar a identidade brasileira, com 2 personagens em cena que vivem um labirinto de sensações.

A montagem é futurista e se passa no Brasil de 2016. Recorre-se ao teatro do absurdo pra discutir assunto sério. “É uma crônica sobre a realidade do jovem afro-brasileiro“, diz Lázaro Ramos, diretor geral do espetáculo.

Namíbia, Não! pega emprestado os nomes dos geniais engenheiros afrodescendentes do século XIX, os brasileiros André e Antônio Rebouças, e coloca nos 2 personagens fictícios do século XXI.

Propomos uma síntese bem humorada sobre a ressignificação estética e ética do termo Melanina Acentuada“, declara Aldri Anunciação, ator e dramaturgo.


Quem quiser conferir Namíbia,Não!, fizemos uma parceria com o site Peixei Urbano e os interessados podem adquirir ingressos com 66% de desconto. http://www.peixeurbano.com.br/salvador/ofertas/namibia-nao-ssaYRFJHA
Atenção: esta promoção é válida apenas para este fim de semana.

Aguardamos vocês para rir e refletir com a gente!

Entrevista de Lázaro Ramos, Aldri Anunciação e Flávio Bauraqui ao programa Mosaico Baiano

A história de Namíbia, não! se passa em 13/maio/2016. É nesse tempo futurista, exatamente no dia comemorativo à Abolição da Escravatura no Brasil, que o Estado resolve repatriar todas as pessoas de “melanina acentuada” para um país africano.

Veja aqui o bate-papo do Programa Mosaico com o diretor Lázaro Ramos e com os atores da peça, Aldri Anunciação e Flávio Bauraqui. Uma avaliação descontraída do espetáculo que lotou a Sala do Coro do TCA do primeiro ao último dia de exibição e vem repetindo o feito no Teatro Martim Gonçalves, Canela. Tem levado o público à reflexão e feito enorme sucesso, confira detalhes:


Ator Flávio Bauraqui é destaque no jornal Correio*

Ele teve pai baiano, nasceu em Santa Maria (RS), há 18 anos está radicado no Rio de Janeiro e, após receber o convite de Lázaro Ramos e Aldri Anunciação para integrar o elenco de Namíbia,não!, tem passado todos os finais de semana em Salvador. 
Seu sonho é comprar uma casa em Arembepe e dirigir, em breve, um curta-metragem. Na matéria a seguir vocês conhecerão os trabalhos realizados e os próximos projetos de Flávio Bauraqui, o ‘André’ de Namíbia, não!, confiram: